Ana Alexandra Carvalheira, professora e investigadora no ISPA fala sobre um assunto relevante e importante, mas mal compreendido e mesmo (infelizmente) desconhecido por umas quantas mulheres e outros tantos homens…

Depositphotos_53326537_m-2015

 

Começo por declarar que estes apontamentos não serão mais que um conjunto atrevido e eventualmente abusivo de generalizações sobre um tema complexo onde impera a diversidade, e por conseguinte, terei que assumir o risco de ser simplificadora ou redutora. Ainda assim, trata-se de um assunto relevante e importante, mas mal compreendido e mesmo (infelizmente) desconhecido por umas quantas mulheres e outros tantos homens. Oxalá estes apontamentos possam servir de pretexto ou inspiração a algumas mulheres para uma reflexão pessoal sobre este tema transversal a toda a nossa vida, que nos pode trazer felicidade, mas que às vezes não traz, e outras é como se não existisse. (Continuar a ler em Visão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *