Uma das melhores coisas sobre sexo é a conexão pessoal que vem com o acto em si – mas se essa ligação não existisse?

b
Não no sentido de que o teu par para aquele encontro casual não tenha uma personalidade compatível. Estamos a falar de ter um encontro sexual com alguém que não tem mesmo personalidade – em específico com o boneco. Foi o que aconteceu a Kerley Sciortino, uma colonista de assuntos eróticos e sexuais que escreve para as revistas Vogue e Vice. Decidiu testar o primeiro boneco sexual do mundo (do sexo masculino) e gostou!

c
Kerley refere, acertadamente, que os homens têm anos de experiência em sexo com bonecas, mas para as mulheres tem sido um assunto tabu. Assim, num passo arrojado para a indústria do sexo, os principais fabricantes de bonecas – Sinthetics – iniciaram o fabrico de bonecos masculinos. A estes, para serem iguaizinhos ao real, só lhes falta senso de humor e um pouco de conversa pós-coito. Mas essas características também não são garantidas quando se trata de um parceiro real…

d
Como explica Bronwen Keller, um dos fundadores da companhia, “as mulheres querem realmente bonecos destes. Temos agora o mesmo número de encomendas para bonecos masculinos como temos para as bonecas.”
Mas não é um brinquedo que saia barato. O modelo básico tem um valor que ultrapassa os 5 000€. E a partir daí é só somar os extras, como uma cabeça personalizada, por exemplo.

e
Mesmo assim, as mulheres continuam a comprá-los. Jessica Ryan, a entertainer da indústria para adultos, começou a usar o seu boneco como uma forma de contornar a ausência do parceiro na sua relação-a -longa-distância. E também para o usar nos seus vídeos. Ela justifica: “quando se tratar de combinar um encontro sexual, os homens são de extremos: ou estão muito desligados, ou querem criar laços. Como mulher, ter um bonceo é bem mais fácil do que combinar um encontro através do Tinder.”

f
E é o boneco tão distante de outros brinquedos sexuais feitos para mulheres? Será a melhor invenção depois do vibrador rabbit?

+ Sapatos, vibradores e mulheres

Algo tão diferente ao ponto de ser considerado uma experiência “reconfortante”?

g
Karley, que testou o boneco, refere: “É apenas estranho porque a sensação é tão próxima da realidade que acaba por ser ambíguo. Sente-se o toque como uma pessoa, mas ninguém te responde.”
Para as mulheres, isto é assustador ou empoderador?

h

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *