A preocupação masculina (e feminina…) com o tamanho do pénis levou os investigadores do site médico DrEd. Researchers a querer apurar, em diferentes países, qual era o tamanho de pénis que consideravam ideal e qual consideravam que era o tamanho médio do órgão sexual. O inquérito foi feito a 2121 pessoas de 10 países diferentes, incluindo Portugal, e os resultados foram agora revelados. No estudo, os participantes do sexo feminino estimaram que o tamanho médio de um pénis humano seria 13,8 centímetros, enquanto os do sexo masculino indicaram 14,1 cm de comprimento.

Um dos pontos mais interessantes do estudo é a comparação das expectativas do tamanho médio e ideal entre os diferentes países. No topo da tabela surge a Polónia, em que os inquiridos consideram como tamanho médio do pénis 15,7 cm e como tamanho ideal 17,3 cm. Inversamente, no fim da tabela está o Reino Unido: o tamanho médio estimado pelos participantes foi de 12,4 e o ideal 14,2. Portugal surge no antepenúltimo lugar, com os portugueses a dizerem que o tamanho médio do pénis é 13,9 cm e o ideal 15,1 cm.

O estudo apurou também a satisfação masculina em relação ao tamanho do órgão sexual: 14% dos inquiridos disse que estava “muito satisfeito”, 44,5% afirmam-se “satisfeitos”, 29,5% “neutro”, 10,3% “insatisfeito” e 1,7 “muito insatisfeito”. Foi também estudada a importância para as mulheres do tamanho do órgão masculino: 11,2% diz que é “muito importante”, 67,4 “algo importante”, 21,4% das inquiridas diz que “não é importante”.

O que nos diz a mais famosa estátua da história com um pénis visível? Aquela que tem uma cabeça grande e um pénis pequeno? Se observarmos bem, David de Michelangelo apresenta a cabeça e as mãos muito grandes. O que a princípio pode parecer uma falha, na verdade é mais uma prova da mestria de Michelangelo. David foi realizado pensando que o observador o visse de baixo. Logo, as mãos e cabeça estariam proporcionais segundo o angulo de visão. Há também uma explicação filosófica que ressalta a cabeça como representante da razão e as mãos o meio pelas quais a razão se exprime. Em contrapartida, o pénis – alvo de tantas piadas – é pequeníssimo! A explicação é académica. Segundo os critérios estéticos da arte grega, um pénis grande (ou simplesmente de dimensões normais), não era considerado elegante, mas sim algo desprezível e horrível! Os escravos, estrangeiros e monstros em corpo de homem eram representados com pénis enormes.

Uma estátua bem mais recente, a de Cristiano Ronaldo, já não tem este tipo de preocupações estéticas. Digamos que é um guerreiro bem fornecido.

A ansiedade é um sentimento comum a qualquer um de nós, nestes tempos modernos. Enquanto uns estão preocupados com o emprego, saúde, família, outros estão mais concentrados no seu próprio corpo. Concentrados na aparência física, podemos abstrairmo-nos do que realmente é importante na vida e ficamos focados numa parte especial da nossa anatomia.  Se, por acaso, essa parte de nós mesmos está mais associada à intimidade – os nossos genitais – podemos bloquear por completo.

Esta não é uma ideia descabida e pouco fundamentada. Um estudo efectuado entre 367 militares (todos homens, com idades inferiores a 40 anos) demonstrou que aqueles que estavam mais satisfeitos com a imagem dos seus genitais tinham níveis de ansiedade sexual menores e conseguiam uma melhor performance nesta área. E os que duvidam ou desgostam da sua própria aparência genital? Os investigadores defendem que se passa exactamente o oposto, mas que não é generalizado. No entanto, sabemos que a insatisfação leva à ansiedade, que – por sua vez – leva a dificuldades sexuais. Um ciclo vicioso, portanto.

Então, o que pode fazer um homem?

Entrar em pânico não é resposta. Como em qualquer situação, esta requer a análise de alguns factos, então vamos começar por aí. O primeiro e mais importante factor é aquele que vês em fotografias, em filmes, na internet. Baseado na amostra de  1 661 homens, a média indicada pelos próprios é de 14,22 cm. Tecnicamente, segundo os clínicos, um pénis não é considerado pequeno a não ser que meça menos de 7,62 cm (quando erecto).

Se estes factos científicos não alteram os teus sentimentos, considera que talvez – da mesma forma que uma mulher é bombardeada por imagens de deusas trabalhadas em photoshop ou cirurgicamente estão a sofrer desnecessariamente – também te estás a comparar com alguma irrealidade e a ter uma dor desnecessária. Na realidade, um estudo de 2005 publicado no jornal Urology relata que é este mesmo o caso de muitos homens: 92 pacientes que se queixavam de ter pénis pequenos tinham, afinal, pénis normais aos quais sub-valorizavam o tamanho. Nem um deles tinha, segundo os padrões, um pénis pequeno.

O Dr. Dudley Seth Danoff, autor de “Manual para a Saúde Sexual Masculina” (The Ultimate Guide to Male Sexual Health), observou mais de 100 000 pacientes (sem exagero), ao longo de mais de 30 anos como urologista. Segundo ele, o pedido de aumento de pénis foi-lhe dirigido por muitos pacientes. O que posso fazer para aumentar o meu pénis? E acrescenta: não há nenhum homem no mundo que não gostasse de ter um pénis maior.

O serviço a apoio ao cliente do nosso site percebe bem estas questões. É um dos pedidos feitos com maior frequência, e também um dos que mais dúvidas suscita. E o que podemos propor para alcançar este objectivo?

As Extensões Penianas

A forma mais rápida e fácil de ter um pénis mais grosso e maior é usar uma extensão ou manga peniana. Instantaneamente ganha volume e – como perde alguma sensibilidade – tem uma erecção mais duradoura. Existem muitos e diferentes modelos, com texturas várias e até com vibração!

Os cremes

Os creme de uso externo para aumento do pénis são prácticos pois são de rápida absorção e resultados quase imediatos. Na sua maioria são produtos naturais que irão dilatam significativamente os vasos sanguíneos. Assim, estimulam a irrigação de sangue no pénis, aumentando o seu tamanho – tanto em comprimento como em diâmetro. Deve seguir as instruções de cada um dos produtos, massajando para melhorar a sua absorção e sem enxaguar.

As bombas de vácuo e de água

O pénis, no seu interior, é constituído por corpos cavernosos, onde existem espaços lacunares que se enchem de sangue. Quando o sangue ocupa estes espaços, o pénis fica erecto. Quanto maior for a capacidade destes espaços lacunares, mais grosso e maior será o pénis. O membro sexual masculino é um músculo e como tal, com um treino localizado , seguindo algumas regras básicas, é capaz de potenciar as suas capacidades.

As bombas de vácuo utilizam o ar (mais concretamente a pressão do ar) para aumentar o tamanho e espessura do pénis. Ao mesmo tempo, combatem a impotência temporária e evitam a ejaculação precoce.

As bombas penianas que funcionam com água são menos agressivas para a pele e corpos cavernosos do pénis. Associam a água ao poder da sucção, podendo ser utilizadas no duche ou no banho. Os seus resultados são mais rápidos e eficazes do que as bombas de vácuo, segundo os especialistas.

O extensor peniano

Pode também ser usado um extensor de pénis. Este mecanismo usa o método da tracção, colocando o pénis num extensor, que deve ser utilizadodiariamente. Uma equipa de investigadores reportou um crescimento de 1,7 cm (em estado flácido) em pacientes que utilizaram o método durante seis horas por dia, ao longo de quatro meses. Outra equipa registou um aumento de 2,20 cm (em estado flácido) e aumento da circunferência ao longo de seis meses.

Segundo o fabricante, a utilização segura da tracção deste aparelho encoraja as células a dividirem-se e a multiplicarem-se, num processo conhecido como citocinese. Ao longo do tempo, leva ao crescimento do tecido.

Se o tamanho do teu órgão sexual te causa ansiedade, perde um momento a pesquisar as opções disponíveis e avança com segurança e cautela.

“Não são as mulheres que mais se preocupam com o tamanho do pénis dos parceiros, são eles próprios.” defende Danoff. Ele refere que nunca é o parceiro sexual a reclamar do tamanho do pénis mas – em vez disso – perguntam-lhe se aquele pénis não poderia estar anexo a um homem mais doce e carinhoso”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *