Já te perguntaste, algumas vezes ao longo do teu crescimento sexual, se estarias a usar correctamente o vibrador com a tua companheira?

Pensavas que era só ligar o aparelho e este faria o trabalho todo sozinho? Amigo, fica sabendo que existe toda uma arte na boa manipulação de um vibrador, em especial quando o estás a usar noutra pessoa. E aqui estou eu para te dar algumas dicas neste assunto.

CHARLIE TANGO – VIBRADOR CLASSICO

Que tipo de vibrador?

Existem tantos modelos no mercado, com características tão diferentes entre si, que a escolha do vibrador certo pode não ser simples. À primeira vista. Por isso é que também tempos apoio ao cliente, que te ajuda a navegar pelas várias possibilidades e a escolher aquele que vos será mais satisfatório.

+ Como comprar-lhe um sex toy

Fala com a tua companheira, para escolherem o tipo de estimulação que lhe será mais satisfatório: G-spot, bullet, óvulo, mini, realístico, rabbit, varinha, etc. O objectivo final é o mesmo, mas variam em formato, textura, materiais e dimensões.

Para dentro ou por fora?

Podes usar um sex toy com vibração de duas formas: dentro ou fora do corpo. Isto quer dizer que podes usar um sex toy com vibração para penetração em diferentes orifícios erógenos, ou podes usá-lo  para estimulação exterior (mamilos, clitóris). Os sex toys com motor duplo ou com estimulação de Ponto G são maioritariamente usados para penetração. Os estimuladores clitorianos são usados externamente.

VIBRADOR SNUGGLE DUAL STIMULATION

Provocação

Não vás directo às jóias da coroa! Usa o vibrador noutras áreas do corpo da tua companheira, para ires aquecendo o motor. Usa-o nos mamilos, na zona interior das coxas, ao redor da vagina… O seu desejo sexual vai escalando e aumenta a vossa intimidade.

O Alvo

O ponto onde se focam a maioria dos vibradores é o clitóris. Para quem não sabe onde é, é aquele altinho fofo do tamanho de uma ervilha que se esconde sob os grandes lábios vaginais.

+ Como estimular o clitóris

Voltamos a lembrar: esse montinho tem duas vezes mais terminações nervosas do que a cabeça de um pénis. Isto quer dizer que é muito, muito, sensível. Depois da provocação mencionada acima, dirigir as vibrações de um brinquedo directamente ao clitóris pode levá-la ao êxtase imediato. No entanto, observa a linguagem corporal da tua companheira, pois a estimulação em demasia – nessa área – pode chegar a ser dolorosa.

Devaaaagar

Usa um vibrador mas não tenhas pressa de chegar ao final. O melhor é começares pela vibração e velocidade mais baixa, e ires subindo gradualmente. Esta técnica leva a um orgasmo mais potente. E pode mesmo levar a mais do que um!

Cada uma é diferente

As circunstâncias e nível de estimulação necessárias para atingir o climax são diferentes para cada mulher. Algumas conseguem-no com facilidade através da estimulação do Ponto G, outras nunca chegaram a sentir este tipo de orgasmo.  O mesmo é verdade para a estimulação do clitóris. Por isso, se não conseguires que a tua companheira chega ao orgasmo através deste tipo de estimulação, não desanimes. É muito provável que lhe tenhas dado imenso prazer e que ela tenha ficado surpreendida com o teu novo domínio sobre o vibrador.

Não te limites

Quem disse que basta um vibrador? Diversifica! Escolhe um vibrador com dois motores para estimulação anal e vaginal, usa um bullet ou um óvulo para o clitóris. E podes usa-los todos em simultâneo! Podes também experimentar estimuladores para mamilos, ou anéis penianos com vibração para quando terminarem os preliminares.

ANEL VIBRATÓRIO GLADIATOR

Pergunta!

Não há nenhum problema em perguntares à tua companheira como ela prefere que uses o vibrador com ela. Ninguém nasce ensinado e as pessoas são todas diferentes. Observa e aprende com a sua técnica, afinal ninguém melhor do que ela sabe como chegar ao seu próprio orgasmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *