Uma empresa inglesa de serviços de limpeza contrata empregadas domésticas para limparem casas completamente nuas. O pagamento é de 45 libras por hora, o equivalente a 50 euros.

A “Naturist Cleaners”, com sede em Londres, vende serviços de limpeza naturista, que é como quem diz, sem roupa. A empresa contrata mulheres dispostas a despirem-se para realizarem as tarefas domésticas que a lida da casa envolve.

“Procuramos mulheres naturistas para limparem casas privadas, nuas. O trabalho passa por fazer toda a limpeza normal, como espanar, arrumar, aspirar, regar plantas, fazer camas, usar a máquina de lavar, passar roupas e janelas de limpeza”, escreveu a empresa na sua página do Facebook, no início do ano.

15826298_1250671821645369_3109273268643374499_n
Os representantes da companhia dizem acreditar na “liberdade da verdadeira forma humana” e na “serenidade de uma casa sem sujidade”, garantindo que não há nenhum estereótipo sexual conotado com o serviço de limpeza e que são bem-vindas mulheres de todas as idades e formas. Para manter a natureza naturista do serviço e evitar segundas intenções, a empresa proíbe expressamente a captação de vídeos e fotografias durante as limpezas, assim como o contacto físico com as empregadas.

“O negócio começou em Londres há dois anos e tornou-se muito popular, por isso estamos a expandir-nos. Somos uma empresa de serviços de limpeza. Não há nada de sexual nisto. A maioria dos clientes é nudista. Percebo que as pessoas pensem algumas coisas sobre nós, mas não há segundas intenções, de todo”, esclarece a dona da empresa, Laura Smith.

A “Naturist Cleaners” dirige-se à comunidade de nudistas mas qualquer pessoa pode requerer o serviço, desde que esteja disposta a pagar à empresa 65 libras (74 euros) na primeira hora de serviço e 55 (62 euros) a cada hora que se siga. Caso os clientes prefiram que as empregadas contratadas usem roupa, o serviço sai mais barato, a 25 libras (28 euros) pela primeira hora e 20 (22 euros) pelas seguintes.

Os representantes da companhia dizem acreditar na “liberdade da verdadeira forma humana” e na “serenidade de uma casa sem sujidade”, garantindo que não há nenhum estereótipo sexual conotado com o serviço de limpeza e que são bem-vindas mulheres de todas as idades e formas. Para manter a natureza naturista do serviço e evitar segundas intenções, a empresa proíbe expressamente a captação de vídeos e fotografias durante as limpezas, assim como o contacto físico com as empregadas.

“O negócio começou em Londres há dois anos e tornou-se muito popular, por isso estamos a expandir-nos. Somos uma empresa de serviços de limpeza. Não há nada de sexual nisto. A maioria dos clientes é nudista. Percebo que as pessoas pensem algumas coisas sobre nós, mas não há segundas intenções, de todo”, esclarece a dona da empresa, Laura Smith.

A “Naturist Cleaners” dirige-se à comunidade de nudistas mas qualquer pessoa pode requerer o serviço, desde que esteja disposta a pagar à empresa 65 libras (74 euros) na primeira hora de serviço e 55 (62 euros) a cada hora que se siga. Caso os clientes prefiram que as empregadas contratadas usem roupa, o serviço sai mais barato, a 25 libras (28 euros) pela primeira hora e 20 (22 euros) pelas seguintes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *