A folhear um jornal, fiquei a saber que há uma cidade no Canadá com o nome de Dildo. E outra na Áustria que se chama Fucking. Fucking é uma pequena vila austríaca do município de Tarsdorf, na fronteira com a Baviera. Vivem cerca de 150 pessoas na localidade. Mais de metade dos fundos públicos vai todos os anos para a substituição das placas roubadas — a sério, os níveis de criminalidade são preocupantes, e dizem todos respeito ao roubo da tabuleta à entrada da vila.

assoc

Muito interessante e divertido, mas Portugal fica bem à frente no que diz respeito à estranheza e quantidade de lugares e freguesias com os nomes mais esdrúxulos que possas imaginar.

As mais conhecidas são Picha e Venda da Gaita (ambas em Pedrogão Grande). Também nos lembramos logo de Coina (Barreiro) e Pontinha (Lisboa). Mas sabes onde ficam, por exemplo, Vila Nova do Coito, Vale da Rata ou Vergas? Vamos lá, pelos caminho de Portugal!

Começamos a viagem em Paixão (existem duas: em Celorico de Basto e Vieira do Minho). Se o passeio for romântico, vai por Namorados (Castro Verde), Amor (Leiria).

Preferes ir até ao Largo do Coito (Vila Pouca de Aguiar)? Então segue já para Ponta, na ilha de Porto Santo (arquipélago da Madeira). Como não podia deixar de ser, fica mesmo ao lado do Cabeço da Ponta. Existe outra, em Lajes do Pico (Açores).

largodocoitopontaSerá caso para dizer que nas ilhas há mais força na Verga? Nem por isso, essa fica ali para os lados de Vagos.

 

 

 

 

Miradouro-Garganta-FundaPela Nacional seguimos para Vila Nova do Coito (Santarém). Com muito Prazer (se for Vilar, é em Ourém, se quisermos Prazeres voltamos à Madeira).  Se ainda estiveres na Madeira, vai até ao Miradouro da Garganta Funda (Calheta). É de ficar sem fôlego!

A potência está bem distribuída por todo o território nacional. Em Viseu temos o Monte Teso; e perto de Cascais, passamos por Pau Gordo.

 

colo-de-pito

Uma paragem no Colo do Pito (Castro d’Aire) retempera as energias antes de prosseguir viagem. Outros bons poisos para uma pausa são a Endiabrada (Aljezur), Aliviada (Marco de Canavezes), Bexiga (Tomar) e Sítio das Solteiras (Tavira).

Prossegue por Garanhão (Ponte da Barca) e – se te apetecer – pára em Punhete (Valongo).

 

41-vale-da-rata-sarilhos-e-almarjao-1435099215501_956x500Se estiveres com tempo, passa o fim-de-semana em Vale da Rata (Viana do Alentejo).

Atenção, a direcção para Sarilhos é a mesma. Há quem prefira o Vale das Gatas (Sabrosa, Trás-os-Montes), também se está lá bem.

 

Andar pelo nosso país, para cima e para baixo, requer a perseverança de Casais Robustos (Santarém).  Mas há viagens curtas,  como a ligação entre Bico Anais. É um instantinho ir de um lado a outro.

casais robustosbicoaanais

 

 

 

 

 

 

 

A caminho de Condeixa, ter atenção para não te enganares na saída e ir até Colhões. Se isso acontecer, aproveita vai a Lavacolhos (Fundão).

coisoslavacolhos

RIO COBRO - PLACA2 (1)

 

 

 

 

 

 

De vila em vila, não descurar os cursos de água,  como o Rio Cabrão (Arcos de Valdevez). Só para não ficares Mal Lavado (Odemira).

Para terminar a viagem, nada melhor que ir pela Bagaceira (outra vez na Calheta, Madeira), ou por Carne Assada (Sintra), aí Às Dez (Angra do Heroísmo), sem parar em Angústias (Paredes de Coura). Vai até Quartos (Loulé ou Vila Verde).

Aventura-te por estes destinos e vai para fora cá dentro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *